A Sony renovou sua linha de alto-falantes portáteis Extra Bass com Bluetooth. Os dispositivos ganharam som mais encorpado, maior autonomia de bateria e dois dos três modelos ainda são resistentes a impactos.

Como característica principal, esses alto-falantes têm uma proposta de som com graves ricos e de alta fidelidade. Na geração de 2020, a Sony resolveu aprimorá-los ainda mais, reposicionando os radiadores passivos nas laterais dos dispositivos, ou na parte superior e inferior (modelo XB23).

Para alcançar graves ainda mais potentes e nítidos, a empresa usou diafragmas não-circulares. Nos modelos XB23 e XB33, eles têm formato oval, enquanto que no XB43, eles são mais retangulares.

SRS-XB23Fonte:  Sony

Os alto-falantes contam com um recurso de som estéreo 3D, que dá a impressão de som “ao vivo”, além de possuírem a certificação IP67, que os protege contra poeira, respingos de água e ferrugem. Os modelos XB23 e XB33 também são à prova de choque, uma característica bem útil para caixas de som portáteis.

O modelo XB43 usa um alto-falante bidirecional, que combina um woofer e um tweeter, o que promove mais fidelidade sonora.

SRS-XB33Fonte:  Sony

Os modelos XB33 e XB43 trazem o mesmo sistema de iluminação apresentado na geração anterior, mas, agora, a iluminação foi redesenhada e conta com duas barras de luz nas laterais frontais, ampliando a iluminação dos falantes. Esse recurso é compatível com os apps Fiestable e Music Center, da Sony, que permitem a sincronização da iluminação com a batida da música.

SRS-XB33Fonte:  Sony

Os dispositivos também são compatíveis com o Party Connect, que conecta até 100 alto-falantes que suportam esse recurso. O resultado é a música espalhada por vários ambientes.

Em termos de autonomia, os modelos XB33 e XB43 oferecem até 24 horas de música com uma única carga, enquanto que o XB23 aguenta até 12 horas.

Preço e disponibilidade

Os SRS-XB23, SRS-XB33 e SRS-XB43 já está em pré-venda no site oficial da Sony nos EUA, pelos respectivos valores de US$ 100 (R$ 582), US$ 150 (R$ 873) e US$ 250 (R$ 1.455). A companhia não informou a potência sonora dos dispositivos, nem quando eles chegam às lojas.

Fonte: Tecmundo