Nesta terça-feira (21), a Apple lançou um recurso no app do Apple Card que permite que os usuários exportem suas transações para arquivos CSV que podem ser importados por aplicativos de planilhas eletrônicas.

O recurso está longe de ser perfeito, mas permite que os usuários acessem e editem suas informações sobre orçamentos de uma forma mais fácil e prática. A partir do app do Carteira é possível fazer o download do arquivo CSV, e depois importá-lo a partir de outro app de preferência do usuário.

Fonte: Twitter/@anshelsag

Como exportar as transações

Para exportar as transações, é bem fácil. Basta seguir alguns poucos passos:

  • Abra o app da Carteira no iPhone
  • Toque em “Apple Card”
  • Toque em “Balanço do cartão”
  • Escolha o mês do extrato desejado e depois toque em “Exportar transações”

O download do arquivo deve ser iniciado em seguida.

Recurso é bom, mas há limitações

Apesar de facilitar a vida dos usuários, o recurso ainda possui certas limitações. Só é possível exportar transações individuais, mês a mês. Ainda não há a possibilidade de exportar as transações de vários meses ou de alguns dias de um único mês.

Além disso, como já citamos, a importação dos dados para apps de terceiros terá que ser feita de forma manual, pois a Apple não permite que esses apps importem os dados da sua conta diretamente.

Ainda assim, o recuso permite que os usuários criem uma planilha “modelo” com os dados importados de um mês, e depois criem planilhas parciais, com dados a ser preenchidos, de acordo com suas necessidades.

Além de documentos CSV, a Apple pretende permitir a exportação das transações para o formato OFX futuramente.

O Apple Card foi lançado nos EUA em agosto de 2019 e ainda não está disponível no Brasil.

Fonte: Tecmundo